Calçados para diabéticos: 11 dicas para escolher corretamente - Meu Pé de Conforto

Calçados para diabéticos: 11 dicas para escolher corretamente

Postado em 11/06/2019

Você sabia que os diabéticos devem ter um cuidado especial na hora de escolher seu calçado? Isso porque o uso de modelos inadequados pode aumentar os riscos de lesões e alterações nos pés de quem tem a enfermidade — afinal, eles precisam de ainda mais atenção. Dessa forma, a escolha dos calçados para diabéticos deve ser bastante criteriosa.

Os pés diabéticos apresentam características como falta de sensibilidade, dedos em garra, complicações na circulação sanguínea, debilidade nos músculos e nas articulações. Além disso, também há a maior dificuldade de proteção e, sendo assim, as agressões são mais expressivas e podem evoluir para complicações severas.

Por isso, neste post listamos algumas dicas incríveis que vão te ajudar na escolha dos calçados ideais, a fim de manter o conforto e a segurança em seu dia a dia. Continue a leitura e descubra como escolher corretamente sapato para pé diabético!

Como os calçados para diabéticos beneficiam quem tem a doença?

Hoje em dia existe uma grande preocupação com a estética, por isso, muitas vezes o conforto é deixado de lado na hora da fabricação dos calçados. É por isso que quem tem diabetes precisa escolher modelos específicos para sua condição.

Os calçados para diabéticos têm o diferencial de prezar pelo conforto. Eles oferecem tudo aquilo que os pés diabéticos precisam, aliando conforto, segurança e proteção. Esse tipo de sapato é confeccionado em materiais que deixam a pele respirar, como no caso do couro.

O acabamento é projetado de modo que exista o mínimo atrito para que não aconteçam lesões. Seus forros e outros materiais se modelam aos pés para trazer um apoio mais confortável e promover sensação de aconchego durante o uso.

Existe, ainda, a preocupação em garantir uma boa postura favorecendo a pisada, também para que não haja nenhum tipo de sobrecarga ou esforço excessivo dos pés, que poderia provocar lesões. As formas costumam ser mais largas, então, o pé acomoda sem ficar apertado ou pegando aqui ou ali.

Por isso, escolher calçados específicos para diabéticos é tão importante. Esse tipo de sapato previne as complicações que a doença pode provocar nos pés, facilitando o cuidado com ele no dia a dia.

Como escolher calçados para diabéticos?

Agora que você descobriu os benefícios que os sapatos certos podem promover para quem tem diabetes, veja as dicas que separamos para você acertar na escolha dos modelos.

1. Experimente os sapatos para diabéticos no final do dia

Os inchaços corporais se manifestam de forma mais intensa ao final do dia. Por essa razão, prefira escolher o sapato nesse período — como os pés estarão com seu volume aumentado devido à retenção de líquidos, você poderá analisar o calçado que fica confortável mesmo nessa situação.

Outra dica é comprar um sapato para pé diabético em dias quentes, já que o calor é responsável pela dilatação das veias que, por sua vez, prejudicam a circulação sanguínea.

2. Prefira modelos com largura igual à do pé

Evite calçados apertados, porque eles vão causar lesões, estimular alterações estruturais e, ainda, dificultar a circulação e mobilidade da musculatura e das articulações. O ideal é que os sapatos sejam um pouco mais largos para acomodar bem os pés, sem apertar em nenhum ponto.

No entanto, isso não significa que você deva escolher um calçado muito maior que seu pé, afinal, esse atributo pode causar fricções com os pés e formar calos ou outros problemas mais graves nos membros.

3. Priorize calçados que possam ser regulados

Como os nossos pés podem ficar mais ou menos inchados ao longo do dia, prefira os sapatos que possam ser regulados. Esse ajuste pode ser realizado por meio de fivelas, velcro ou cadarços — só tenha o cuidado de atingir uma largura que não deixe o pé apertado, ok?

4. Verifique se o sapato tem a biqueira alta, arredondada e larga

No dia a dia, a ponta dos pés tende a ficar mais apertada e abafada que o restante da estrutura, por isso, o ideal é escolher modelos que tenham uma biqueira arredondada, larga e alta.

Além de evitar unhas encravadas, lesões e alterações estruturais, esse cuidado é importante para minimizar a proliferação de fungos e bactérias e, ainda, o temido chulé, já que o pé respirará melhor.

5. Opte por sapatos de solado rígido e estável

Na hora de comprar sapato para pé diabético, procure sempre optar por modelos que disponham de um solado rígido e estável. Isso porque esse atrativo proporciona uma base mais sólida na hora de caminhar e realizar atividades físicas.

Na prática, isso é fundamental para evitar possíveis torções, lesões e demais ferimentos nos pés.

6. Analise bem o material e o acabamento

Para que a pele não fique abafada e os pés estejam bem acomodados, prefira sapatos concebidos em couro ou outro tipo de material respirável.

Também é importante observar se os modelos contam com forro macio e se o calçado tem um bom suporte para o calcanhar e o tendão de Aquiles, afinal, é imprescindível evitar atritos nesses locais.

7. Observe se as palmilhas são macias e confortáveis

As palmilhas são essenciais na prevenção de calosidades e úlceras nos pés, já que elas reduzem o grau de atrito com os sapatos. Por isso, não deixe de observar se os acessórios são macios e confortáveis antes de escolher o seu modelo.

Se for preciso, retire as palmilhas para verificar e, é claro, calce os sapatos e dê alguns passos para sentir o nível de conforto e maciez que elas apresentam.

8. Escolha modelos com pouca ou nenhuma costura interna

É muito importante optar por calçados que tenham o mínimo de costuras internas, pois o atrito do alinhavo com a pele dos pés pode gerar pequenas lesões. Hoje em dia, é possível encontrar diversos modelos de sapatos com essas características específicas para diabéticos.

9. Dê atenção especial à escolha das meias

Além do cuidado para escolher corretamente sapato para pé diabético, é fundamental ter atenção ao tipo de meia que você utiliza. Nesse contexto, as meias de algodão são excelentes, já que elas protegem os pés, favorecem a transpiração e melhoram a circulação do sangue.

Além disso, as meias especiais como fibra de prata e crabyon ajudam na cicatrização e atuam de maneira regeneradora, protetora e antibacteriana, mantendo o pé seguro, transpirável e confortável. Outra dica importante é optar por artigos grossos, pois eles conferem um maior amortecimento dos calos com o chão.

10. Utilize meias do lado avesso

Como mencionado, as costuras são prejudiciais para os pés. Por isso, procure utilizar as meias do lado avesso para que os alinhavos não fiquem em contato com a pele — assim, você também evita o aparecimento de lesões.

Outra dica importante na hora de comprar sapato para pé diabético é evitar utilizar as meias emprestadas pelo vendedor, pois elas podem transmitir micoses. Portanto, sempre leve sua própria meia quando for às compras. Ah, e evite usar calçados sem meias, principalmente se for praticar algum exercício físico.

11. Considere o formato do pé

Existem diferentes tipos de pés com formatos variados, e essa característica também precisa ser considerada na hora de escolher calçados para diabéticos. Você viu que uma das nossas dicas foi optar pelos calçados mais largos, porém, talvez nem sempre seja a opção ideal para todas as pessoas.

Algumas têm pés chatos ou quadrados, outras, mais finos e com a ponta estreita, por exemplo. Nesse caso, escolher uma forma larga fará com que sapato fique muito solto nos pés, sem dar firmeza e segurança para os passos. Essa também não é uma boa situação para quem tem diabetes.

Quando você for escolher, procure analisar qual modelo se encaixa melhor no formato do seu pé. Lembrando que nem sempre a parte externa deve ser utilizada como base para a tomada de decisão. Afinal, o que importa é a parte interna do calçado, que precisa ser anatômica.

Quando usar o calçado para diabético?

Se você tem diabetes, o ideal seria usar calçados para diabéticos todos os dias e em qualquer momento. Vale a pena trocar os modelos antigos por aqueles que são específicos para quem tem essa condição. Assim você terá a certeza de que os seus pés estão recebendo o devido cuidado o tempo todo.

Se não for possível fazer essa troca completa agora, procure usar os calçados para diabéticos pelo menos quando você souber que terá que caminhar ou permanecer algum tempo em pé. Dessa forma, vai garantir conforto e proteção durante esse período em que será necessário fazer um pouco mais de esforço.

Como cuidar bem do calçado para diabético?

Cuidar bem dos calçados para diabéticos também ajuda a manter a saúde dos pés. Por isso, é essencial seguir as recomendações do fabricante, inclusive para garantir que o próprio sapato tenha uma durabilidade maior.

É interessante que você tenha mais de um modelo para que possa fazer o rodízio dos seus calçados. Assim, aquele que foi usado pode ficar descansando no dia seguinte, para que qualquer umidade possa evaporar. Deixar o sapato respirando ajuda a prevenir a proliferação de micro-organismos, o que também protege a pele do seu pé.

Se você adquirir um modelo de couro, não se esqueça de que ele não deve ser lavado com água em excesso, pois a umidade pode danificar o material. O ideal é fazer uma limpeza a seco ou com pano ou bucha umedecida e deixar secar naturalmente. Evite deixar o sapato no sol intenso ou usar métodos artificias para secar mais rápido. Mantenha sempre hidratado utilizando um produto específico para couro.

Bônus: mais dicas para escolher os sapatos corretos para diabéticos

Uma boa opção para quem tem diabetes é optar por calçados ortopédicos ou semiortopédicos. Isso porque eles têm uma estrutura projetada para serem confortáveis, dar estabilidade ao caminhar e evitar que os pés fiquem apertados ou abafados.

Quando for adquirir o seu, também esteja atento à palmilha, à sola e ao salto. A altura recomendada é de 2 centímetros para homens e, no máximo, 4 centímetros para mulheres. Dessa maneira, a sua postura ficará ideal e não haverá comprometimento do equilíbrio.

Você também pode recorrer à ajuda de um podólogo, porque esse profissional poderá instrui-lo sobre o melhor calçado. Além disso, ele ajudará quando a sensibilidade dos pés está comprometida, se você não conhece seu tipo de pisada ou se já apresenta deformações e outras particularidades que requerem atenção.

Na Doctor Shoes você encontra sapatos de alta qualidade, confortáveis e projetados para garantir saúde e proteção para os pés.

Os calçados Doctor Shoes são fabricados com tecnologia que previne o estresse e o cansaço, mantendo os pés bem acomodados e estáveis para que eu caminhar seja suave e firme ao mesmo tempo. Além de trazer diferenciais, como o seu solado, os forros e a palmilha anatômica, que se modela ao formato do pé respeitando as características de cada pessoa.

Para todas as pessoas, é importante escolher sapatos confortáveis, mas no caso de sapato para pé diabético, isso é mais importante ainda! Afinal, as complicações do diabetes que atingem os pés podem ser muito graves e levar até mesmo à perda do membro. Por isso, faça a escolha certa para cuidar de sua saúde e fazer um bom investimento.

Você já conhece os calçados para diabéticos da Doctor Shoes? Confira nossa seleção de modelos femininos exclusivos e garanta todo o conforto e segurança que você e seus pés merecem!

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140