Por que é um erro não considerar o material do sapato? - Blog Meu Pé de Conforto

Por que é um erro não considerar o material do sapato?

Postado em 03/04/2019

Na hora de escolher as nossas roupas, é muito comum que a gente pesquise bastante, comprando as melhores marcas, tecidos e modelos disponíveis no mercado. Quando o assunto é calçados, no entanto, nem sempre temos o mesmo cuidado — e isso pode ser um erro tremendo.

É preciso levar em conta que a escolhas de fabricação influenciam diretamente o conforto e bem-estar dos usuários. Dependendo da forma e do material do sapato, por exemplo, seu uso pode ser bastante suave ou extremamente desconfortável, tendo um impacto considerável sobretudo no trabalho.

Então, se identificou com esse cenário? Continue lendo e confira as principais características de cada material!

Borracha

A borracha, hoje, é considerada por várias pessoas como a melhor opção para calçados. Isso porque ela tem vantagens consideráveis, como uma durabilidade muito boa, além de ser leve e flexível. Isso permite muitas variações em seu design, sendo elas bastante empregada em sapatos, sandálias e vários outros modelos.

É preciso dizer, porém, que essa pode não ser a melhor escolha para pessoas que sofrem com problemas de mau cheiro nos pés, uma vez que a borracha é capaz de promover um excesso de transpiração na região, contribuindo para a proliferação das bactérias que causam o temido “chulé”.

Couro

couro é outra opção muito utilizada e versátil na fabricação de sapatos, sendo o material favorito de quem gosta de itens mais tradicionais. É um clássico: vai bem com sapatos elegantes e sofisticados, mas também tem o seu espaço em itens mais arrojados e conectados com a moda.

Powered by Rock Convert

Entre os seus pontos fortes estão a plasticidade, a elasticidade e a excelente absorção de umidade, que torna esse o material perfeito para um coturno, por exemplo. Um ponto fraco, contudo, é que ele pode ficar pouco confortável e, eventualmente, ter pouca aderência se a forma não for muito bem executada e o corte não for o correto.

Injetados

Os injetados incluem uma série de materiais diferentes que podem ser utilizados para a fabricação de calçados. O PU, por exemplo, é uma opção leve e com níveis bem baixos de desgaste, o que aumenta a sua durabilidade. No entanto, ele tem limitações de modelagem, o que quer dizer que não dá para ousar muito no seu design.

Outro injetado é o TR, um material cujo índice de desgaste é maior, mas que oferece mais possibilidades de modelagem — como aplicações bicolores, por exemplo — sendo muito empregado em modelos de sapatos mais robustos. Vale destacar ainda o micro expandido, que é feito à base de PVC e também garante pouca deterioração.

Bom, como você pôde ver, é mesmo um erro não considerar o material do sapato, visto que o mercado atual fornece uma série de alternativas interessantes e que podem atender, com precisão, às demandas e exigências dos mais variados perfis de usuários.

Agora, se você gostou de aprender um pouco mais sobre essa escolha do material do sapato, quer tal adquirir um artigo com alta qualidade de fabricação? Visite o nosso site e conheça as nossas opções!

 

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140