Tipos de sandálias: saiba como usar cada uma delas - Blog Meu Pé de Conforto

Tipos de sandálias: saiba como usar cada uma delas

Postado em 24/06/2020
Powered by Rock Convert

Você sabe usar os diferentes tipos de sandálias? Para distintas necessidades e ocasiões, é necessário prezar pelos sapatos adequados. A escolha errada pode provocar dores e problemas nos pés, na coluna e até mesmo nos seus músculos. As sandálias ortopédicas, por exemplo, são calçados especialmente desenvolvidos para garantir conforto, evitar lesões e passar longos períodos com elas.

Quando você sabe utilizar cada modelo e opta por materiais e marcas de qualidade, você não precisará mais chegar do trabalho e colocar os seus pés em uma bacia d’água, por sentir dor. Nem mesmo precisará usar curativos porque o calçado a machucou. Para ajudar na sua escolha, mostraremos, neste post, os principais tipos de sandálias e como usá-las adequadamente. Confira!

Vantagens de saber usar cada tipo de sandália

Existem diferentes tipos de sandálias no mercado, e isso acaba deixando as pessoas perdidas no momento da compra. Para começar, você precisa ter em mente que a escolha adequada não é somente uma questão de beleza e estilo, mas de postura, conforto e saúde — apesar de os sapatos confortáveis e de qualidade também serem bonitos.

O calçado e a postura são dois aspectos que precisam caminhar juntos, já que sapatos inadequados podem causar desde dores nos pés até nas costas. Por isso, conhecer e saber utilizar cada uma delas é fundamental para ter um look bonito e, principalmente, confortável.

Tipos de sandálias e como usá-las

O tipo de sandália que você utiliza em festas não é o mais adequado para o trabalho, por exemplo. O modelo, o tamanho do salto e o material utilizado devem considerar até mesmo o seu tipo de pisada, para não se tornar um calçado desconfortável e provocar ou piorar problemas, como os joanetes. Veja os mais comuns e que tendem a ser mais confortáveis.

Salto anabela

O salto anabela tem um formato quase triangular, que começa na curvatura do seu pé e vai até o calcanhar, mas não tem elevação na frente. Existem variados modelos desse tipo de sandália, como os fechados, com fivelas e tiras e no estilo peep toe, que é aquele com uma pequena abertura dos dedos. 

Os calçados anabela podem diminuir as dores nos pés e nas costas, porque eles conseguem distribuir bem o peso do seu corpo sobre a planta dos pés, sendo que isso reduz a pressão. Além disso, os saltos são mais grossos, facilitando o seu equilíbrio e melhorando o conforto por ter mais estabilidade e segurança.

Eles podem ser usados tanto em eventos que você passará pouco tempo com eles quanto no trabalho. Para esse segundo caso, o mais indicado é que eles tenham entre três e cinco centímetros, pois não causarão lesões em longos períodos de uso e não sobrecarregarão o seu pé com o peso do corpo. Essa é uma ótima escolha se você precisa estar com roupas formais e um visual sofisticado, mas não quer sentir dores com os saltos finos.

Rasteirinha

As rasteirinhas são aqueles tipos de sandálias sem salto, normalmente abertas, com fivelas ou tirinhas, sendo que algumas delas até se parecem mais com chinelos. Se feitas com materiais de qualidade, podem ser confortáveis, desde que não utilizadas por longos períodos. Por isso, é necessário saber escolher.

Exatamente por serem muito baixas e com solas finas, elas podem causar dores nas pernas e nos calcanhares, principalmente nas pessoas que têm a pisada torta para fora. Por não terem nenhum tipo de amortecimento, isso pode aumentar a carga de peso nos pés e nos ossos.

Para não ter esse problema, prefira os modelos com pequenos saltos (aquelas que não são completamente planas) e que tenham palmilhas amortecedoras, inclusive na parte dos calcanhares. Além disso, são mais indicadas para passeios e não para uso diário prolongado ou caminhadas longas. Outra dica para evitar desconforto com esse tipo de calçado é fazer alongamentos nos pés e pernas durante o uso. 

Sandália ortopédica

Os tipos de sandálias mais indicadas para conforto, preservação da sua saúde e uso prolongado são as ortopédicas. Esse tipo de calçado é desenvolvido em formato anatômico, ou seja, ele respeita o formato dos seus pés. Outra característica é que eles são amplos, para evitar o aperto dos pés e a perfeita acomodação deles dentro do sapato. São modelos que também podem ser utilizados com palmilhas ortopédicas.

Os sapatos e as sandálias ortopédicas não sobrecarregam nenhum ponto dos seus pés, calcanhares, panturrilha ou pernas. Eles são extremamente confortáveis e, por isso, são os mais indicados para uso prolongado.  

Além de proteger de lesões, as sandálias ortopédicas são capazes de corrigir alguns problemas ortopédicos, como pisadas irregulares. Isso acontece porque a tecnologia delas permite maior sustentação, absorvendo toda a pressão dos calcanhares. Dessa forma, se evita que a pisada fique desalinhada. 

Algumas pessoas acreditam que esse tipo de calçado só está disponível para modelos de tênis. Entretanto, você pode contar com sandálias, botas e sapatos fechados ou abertos. Tudo isso previne lesões na coluna, nos pés e nos músculos e fraturas nos ossos. Outros benefícios são:

  • promove melhor circulação sanguínea;
  • garante mais segurança e estabilidade;
  • tem maior durabilidade;
  • une beleza e conforto;
  • adapta à superfície dos pés (principalmente ao andar em locais com chão irregular);
  • evita a necessidade de cirurgias.

Apesar de apresentarem somente benefícios, é necessário saber comprar as suas sandálias ortopédicas. O primeiro aspecto a ser avaliado é a qualidade do material. Ele não pode ser muito firme, pois é exatamente a flexibilidade que permite grande parte de suas vantagens, como adequação à anatomia dos seus pés. Além disso, não se apegue muito ao valor, pois nem sempre os mais caros são os melhores. O que vale é a tradição e o renome da marca no mercado.

Observe também se, nesse tipo de sandália, não há muitas costuras e se as palmilhas são em borracha EVA, para evitar atritos que causam bolhas e joanetes. Também é importante ressaltar que eles estão disponíveis em todos os tamanhos e para todas as idades. O quanto mais cedo começar a cuidar da escolha das suas sandálias e sapatos e da saúde dos seus pés, menores serão os seus problemas na terceira idade.

Sandália meia-pata

Meia-pata é o tipo de sandália que tem uma plataforma na parte da frente, e a parte de trás pode ter tanto um salto de média espessura quanto mais grosso. Os mais comuns são os modelos scarpins e peep toes. Eles combinam estabilidade e conforto à elegância do salto alto. Esse reforço faz com que o seu pé não fique tão sobrecarregado na parte de frente ou de trás quando você caminha.

Powered by Rock Convert

Se você precisa estar com um visual mais sofisticado e formal no trabalho e eventos, eles são bastante indicados. Porém, evite aqueles modelos com saltos muito altos (acima de 6 cm) para o dia a dia ou eventos de longa duração. 

Plataforma

Os modelos plataforma são muito confundidos com os tipos de sandália anabela. No entanto, o salto plataforma cobre toda a extensão do sapato na mesma altura, enquanto o anabela fica somente na parte de trás. Isso faz com que os seus pés fiquem alinhados no mesmo nível do sapato. Dessa forma, há menos chances de torções e desconforto, dependendo do material.

Além disso, se for de boa qualidade, você evita dores e bolhas na parte da frente dos pés, já que não haverá pressão somente nessa região. No entanto, é necessário prezar por materiais confortáveis e de qualidade, pois, se forem muito rígidos, por exemplo, causam desconforto e lesões da mesma maneira.

Sandália tratorada

O salto tratorado é grosso e imita as ondulações dos pneus dos tratores. Entre os tipos de sandálias, esse é o mais robusto. Esse calçado conta com uma elevação na parte da frente e pode ter o salto nivelado em toda a extensão da sandália, ou ser mais alto na parte de trás.

Por serem grossos, e muita vezes no mesmo nível, eles podem ser muito confortáveis, inclusive para longos períodos. O salto tratorado também é mais seguro contra torções nos tornozelos e sustentam melhor o seu peso e pés. Porém, apresentam um visual mais casual e descolado e, por isso, não são muito indicados para o trabalho, por exemplo.

Razões para priorizar o conforto

Como dito, escolher os tipos de sandálias inadequadas para o seu tipo de pé, pisada e ocasião pode causar diversos problemas. O pior é que lesões, dores e desconforto não ficam só nos pés, mas também se estendem até a sua coluna. Muitas vezes, por querer priorizar somente a aparência do look e estar na moda, você prejudica a sua saúde.

Veja quais são os principais motivos pelos quais você deve optar, em primeiro lugar, pelo conforto.

Dores

Sapatos inadequados para a ocasião, de baixa qualidade e desconfortáveis geram dores terríveis na planta dos pés, na panturrilha, nas costas e nas suas articulações. Na planta, o desconforto é ocasionado por uma irritação entre a sola do seu pé e a palmilha, quando ela não é de boa qualidade.

Isso gera um impacto sem amortecimento com o peso do seu corpo e que vai contra o calcanhar. Além da dor, é muito comum o aparecimento de vermelhidão na região e sensação de latejamento.

Já as dores nas articulações e nas panturrilhas acontecem pela mudança na angulação dos pés, pois isso faz com que o peso do seu corpo se concentre em somente um lugar. Também pode gerar desgaste das articulações e pressão nos ossos da região.

Além disso, saltos inadequados e altos demais podem encurtar os músculos isquiotibiais — são aqueles que vão das pernas até os quadris. Isso aumenta a sobrecarga de peso na coluna, causando dores e problemas posturais, e tende a encurtar a musculatura do tronco e membros inferiores. Para evitar esse tipo de problema e ainda se sentir elegante, o ideal é optar por modelos de sapato ortopédico com salto.

Calos

Você já sentiu a dor de um calo nos pés? Eles são causados justamente pelo excesso de pressão e tornam a região sensível, deformada, áspera e até escamosa. Dependendo do tipo de calo, ele pode sangrar por danificar terminações nervosas e vasos sanguíneos e desencadear fungos. O tratamento deles pode ser caro e doloroso, pois envolve ácidos e medicamentos para reduzir o inchaço e a pele morta.

A prevenção para esse tipo de problema é a melhor solução, sendo que basta utilizar palmilhas amortecedoras e de boa qualidade, sapatos femininos confortáveis e evitar sandálias que sejam apertadas.

Unhas danificadas

Anormalidades e danos nas unhas também podem ser causados por tipos desconfortáveis de sandálias. As apertadas são o principal motivo, pois podem causar o esmagamento da raiz das suas unhas em razão da pressão excessiva e contínua. Isso as deixa esbranquiçadas, quebradiças, secas, encravadas e que descamam facilmente.

Bolhas

As bolhas ardem, doem, mancham e machucam muito os seus pés. Dependendo do local em que elas aparecem, você não consegue nem mesmo colocar sapatos e realizar atividades simples no seu dia. Elas podem aparecer principalmente na sola dos pés, dedos e nos calcanhares. 

Além disso, se não forem cuidadas adequadamente, podem estourar e abrir as portas para bactérias e infecções. Essas bolhas são causadas por sandálias e qualquer tipo de sapato que estejam muito largos ou muito apertados e tenham materiais duros e desconfortáveis.

Joanetes

Os joanetes são aquelas deformações dos ossos que causam protuberância nos pés e dores. Eles podem aparecer por diferentes motivos, sendo que, entre eles, está o uso prolongado de tipos de sandálias apertadas e sapatos de bico fino.

Existem tipos de sandálias para todos os gostos e ocasiões. Entretanto, os dois aspectos que devem ser priorizados na sua escolha são conforto e qualidade. De nada adiantará ter o modelo da moda se ele machuca o seu pé e pode provocar lesões e problemas graves com o tempo. Já a durabilidade é essencial para o custo-benefício do seu calçado e a economia de dinheiro. Além disso, preze por sandálias ortopédicas sempre que puder, pois as suas articulações, pernas, pés e coluna agradecem.

Gostou do conteúdo? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receba dicas e novidades para cuidar da sua saúde e dos seus pés!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140