Seus pés ficam inchados? Aprenda a escolher o sapato certo - Blog Meu Pé de Conforto

Seus pés ficam inchados? Aprenda a escolher o sapato certo

Postado em 12/09/2017

O inchaço nos pés é um sintoma bastante comum entre as pessoas que não têm tanta preocupação em escolher o sapato certo. Muitas vezes, isso ocorre porque a utilização de sapatos inadequados acaba induzindo à formação de um edema nessa região do corpo.

O aumento da pressão na área dificulta a comunicação entre os sistemas venoso e linfático, gerando má circulação e um acúmulo de líquido nos tecidos. Como resultado, os pés ficam inchados no fim do dia — ou mesmo antes disso.

Mas o que fazer para evitar esse problema? É muito importante ter maior cuidado na hora de escolher o tipo de calçado para usar no dia a dia, pensando sempre em preservar a sua saúde e conforto. Então, confira as dicas que separamos a seguir!

1. Fuja dos sapatos apertados
Usar sapatos apertados é uma das principais causas de inchaço nos pés. A falta de espaço aumenta ainda mais a pressão na região para suportar o corpo, o que provavelmente causará dor e a formação dos edemas.

Outro aspecto relevante é que a opção por calçados de bico fino e/ou de saltos muito altos também contribui consideravelmente para esse tipo de reação. Por isso, as mulheres que têm esse costume devem ficar atentas para não causarem grandes prejuízos.

No caso dos sapatos com a ponta mais estreita, os dedos ficam tão espremidos que fogem totalmente da forma original dos pés — que serve para equilibrar o peso corporal.

Já os saltos acima de 10 centímetros constituem outra situação de risco, pois comprimem os pés e os deixam em uma posição inadequada. A suspensão do calcanhar causa um tensionamento contínuo dos ligamentos e da musculatura do pé, o que favorece o desconforto e ainda é capaz de causar problemas na coluna.

2. Use sapatos adequados ao seu tipo de pisada
Talvez você nem saiba, mas considerar o seu tipo de pisada é essencial para escolher o sapato certo. O problema de muita gente não ter conhecimento sobre isso é que esse fator acaba muito negligenciado, resultando em prejuízos para a saúde.

Portanto, para prevenir esse tipo de falha, vale saber que existem basicamente três tipos de pisada: pronada, supinada e neutra. Essa diferenciação diz respeito à parte do pé que entra mais em contato com o chão durante a caminhada, e pode facilmente ser classificada por um profissional da área de ortopedia ou mesmo em lojas especializadas em calçados ortopédicos.

Utilizar calçados inespecíficos ao tipo de pisada aumenta a pressão desigual sobre a superfície plantar, favorecendo a sensação de desconforto nos pés. A partir disso, a escolha de modelos adequados a sua pisada terá grande importância para proteger a sua coluna e evitar o inchaço excessivo dos pés.

3. Procure comprá-los no fim do dia
Mesmo priorizando a utilização de calçados apropriados é comum que os pés fiquem mais inchados ao longo do dia. Isso pode ocorrer por motivos fisiológicos ou em casos em que a pessoa passa muitas horas de pé ou sentada, sem se movimentar muito.

Dessa forma, quando for experimentar um novo sapato é mais indicado dar preferência a momentos em que os pés realmente estejam um pouco inchados, ou seja, após a realização normal das atividades cotidianas.

Fazendo isso é possível evitar que o sapato pareça adequado e confortável na hora de comprar e se torne incômodo à medida que você usa.

Powered by Rock Convert

4. Compre o seu número certo
Não adianta forçar para caber em um número menor ou aceitar um maior que o seu. Mesmo que você se apaixone por um modelo específico que não esteja disponível no seu tamanho, ter essa atitude pode fazer com que você se arrependa mais tarde.

Há vários casos de pessoas que compram sapatos maiores e que não conseguem andar com eles depois. Ou então de outras que compram pares muito apertados e ficam com os pés cheios de bolhas e calos.

Inclusive, uma dica é não ficar preso ao seu número tradicional — experimente um a mais e um a menos se for necessário. O ideal é que você fique confortável com o calçado nos pés, independentemente se ele é de um tamanho ou de outro. Aliás, pode ser que a sua numeração varie de uma marca para outra, então não se prenda a esse detalhe.

5. Experimente os dois pés
Quando for a uma loja experimentar um modelo, não se esqueça de testar os dois pés — calce os dois sapatos e caminhe pelo ambiente. Às vezes, um pé é ligeiramente maior que o outro e saber disso no momento da compra faz a diferença.

Se for o caso, é melhor optar pela numeração que acolhe com mais conforto o pé que é maior. Para a “sobra” do outro, você pode investir em uma palmilha, equilibrando a situação.

6. Considere os fatores de adaptação do sapato
Existem alguns critérios que não podem ser deixados de lado antes de adquirir um sapato. São eles:

a ponta do seu sapato tem que estar pelo menos um pouco distante da altura do seu dedo mais longo (aperte a região com as mãos para perceber, geralmente a largura do seu polegar é o suficiente);

toda a planta do pé deve estar bem acomodada, sendo que a parte mais larga do calçado não deve apertar os dedos;

o calcanhar precisa ficar ajustado, sem que o sapato saia do pé quando você caminha ou impossibilitando você de andar por estar muito apertado.

7. Não espere o calçado “ceder” com o tempo
Não caia nas conversas dos vendedores que dizem que o sapato vai ceder com o passar do tempo e vai caber melhor no seu pé. Ainda que ele se adapte um pouco, a sensação deve ser agradável desde o princípio — senão, nem finalize a compra.

Certamente há muitas pessoas por aí que seguiram esse conselho e estão com pares de sapatos novos no armário. Enquanto esse ajuste não acontece (se acontecer), o pé continua comprimido e desconfortável. Lembre-se que a ideia é que o sapato sirva no seu pé e não o contrário.

8. Teste um sapato ortopédico
Depois de adotar todas essas práticas, você pode fazer outra tentativa: experimentar um sapato ortopédico. Atualmente, há opções no mercado para todos os gostos e ocasiões.

Esse tipo de calçado apresenta alguns benefícios para o uso no dia a dia como flexibilidade, amortecimento, sustentação, além de serem muito duráveis. No fim das contas, você investirá na sua qualidade de vida, portanto, faça o teste antes de escolher o sapato certo!

Gostou das nossas dicas? Então, aproveite para entrar em contato conosco e conhecer a variedade de modelos fabricados pensando no seu conforto e bem-estar!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140