Afinal, como escolher sapatos ortopédicos? Entenda mais! - Blog Meu Pé de Conforto

Afinal, como escolher sapatos ortopédicos? Entenda mais!

Postado em 12/03/2019

Um ponto com o qual você deve ter muita atenção é sobre como escolher sapatos ortopédicos ou não. Afinal, é bastante comum que a preocupação seja com o estilo e o visual, mas antes disso precisamos nos preocupar com a saúde dos nossos pés.

Isso porque escolhendo os sapatos errados aumentamos as chances de lesões em curto ou longo prazo. Também dificultamos o equilíbrio, a circulação sanguínea, a respiração da pele, entre outras funções, o que também pode desencadear problemas nos pés e em outras estruturas do corpo, como joelhos, quadril e coluna.

Pensando nisso, preparamos este artigo apresentando algumas dicas para que você saiba como escolher os sapatos certos para caminhar com mais segurança e conforto. Continue lendo e descubra como aliar cuidados e estilo em um mesmo calçado!

Como escolher sapatos?

De nada adianta adquirirmos um belo modelo de sapato se depois de 10 minutos de uso ele começar a causar incômodos. Quem já passou por isso sabe o quanto é desagradável e interfere no caminhar, afetando até mesmo o nosso humor e disposição.

Se não soubermos como escolher sapatos existe um grande risco de adquirirmos pares inadequados, que vão apertar, causar bolhas, provocar desequilíbrios, sobrecarga nas articulações, impedir a circulação, entre outros malefícios.

A preocupação está no fato de que essas agressões constantes podem causar diversos problemas nos pés e em outras estruturas do nosso corpo. Afinal, esses membros são de extrema importância porque permitem o nosso equilíbrio, os movimentos e ainda estão diretamente relacionados com a coluna.

Sendo assim, é preciso ter atenção a diversos fatores na hora de escolher o modelo, e existem diversos deles para as mais variadas situações, que podem ser encontrados em formas comuns e ortopédicas. Algumas opções:

  • Oxford;
  •  Monk;
  • Derby;
  • Loafer;
  • Mocassim;
  • Dockside;
  • Side gore.

Cada um com determinado grau de formalidade para compor o visual adequado, de acordo com a ocasião. Mas independentemente de onde você usará os seus sapatos, eles precisam cuidar bem dos seus pés. Por isso, veja a seguir algumas dicas para fazer a escolha daquele ideal.

Respeite as características do seu pé

As pessoas não têm pés iguais. Cada um de nós apresenta características e singularidades que precisam ser respeitadas na hora de escolher sapatos. Dessa forma, optaremos por modelos que não vão causar atrito ou sobrecarga em nenhuma região, nem tão pouco apertar.

Esse é o caso de quem tem joanetes, calosidades, esporão ou unhas encravadas, por exemplo. Além de buscar o tratamento adequado para essas condições, precisamos escolher o melhor sapato ortopédico, que não venha a gravar o problema e, ao mesmo tempo, assegure conforto.

Observe se o modelo é indicado para o seu tipo de pisada

Assim como o formato e características dos nossos pés são distintos, há diferentes tipos de pisada. Ou seja, podemos dividir as pessoas em três grandes grupos, conforme o modo como o seu pé toca o chão em cada passada.

  • Pisada pronada: quando a região interna da planta dos pés toca o chão primeiro.
  • Pisada supinada: quando a região externa da planta dos pés tocam o chão primeiro.
  • Pisada neutra: quando o peso é dividido de forma igual na planta dos pés.

Nas pisadas pronada e supinada acontece a sobrecarga no tornozelo, joelho, quadril e coluna, aumentando o risco de lesões. Por isso, é importante usar calçados que façam a correção delas, com o intuito de distribuir melhor o peso e aumentar o equilíbrio.

Opte por sapatos com sola flexível

A flexibilidade da sola é um ponto importante para quem deseja saber como escolher sapatos. Isso porque essa característica contribui significativamente para o conforto e proteção dos pés, afinal, se o solado é flexível ele possibilita um caminhar mais agradável, sem a limitação de movimentos.

Materiais rígidos não permitem que as articulações trabalhem livremente, com isso, há sobrecarga e atrito. E não podemos nos esquecer de que é importante que o solado amorteça o impacto da caminhada. Então, se ele for duro, isso não acontecerá, sendo que as articulações cumprirão essa função.

Analise o material

Os demais materiais de fabricação do sapato também precisam ser analisados com cautela. Existem marcas que utilizam na produção alguns que não permitem o pé respirar, são muito rígidos e desconfortáveis.

O ideal é que você opte por modelos confeccionados com material mais flexível, que acompanhe o movimento dos pés e não os deixe abafados. Ele precisa ser agradável e aconchegante, de modo que o sapato se encaixe no pé, não o contrário.

Confira o acabamento

Nem todo mundo observa essa característica quando vai adquirir um novo modelo, mas acredite, ela é de extrema importância. Conferir o acabamento do sapato é fundamental para ter certeza de que não ficará nenhum cantinho “pegando”, o que poderia causar calos e bolhas.

Por isso, analise se as costuras são bem finalizadas, se os materiais mais rígidos são protegidos com forro, se não há sobras, pontas ou qualquer outro que possa causar desconfortos. Não se preocupe somente com a parte externa do produto, mas seja criterioso também com o seu interior, já que estará em contato com os pés.

Prefira as formas largas

Um fator essencial sobre como escolher os sapatos ideais é o modo como os pés ficam acomodados neles. Lembre-se do que dissemos há pouco: o ideal é que o calçado se encaixe no pé e não que o pé tenha que se adaptar ao formato do produto.

Há quem use sapatos muito apertados ou com bico fino demais, por exemplo. O que acontece nesses casos é que as articulações ficam limitadas, dificultando os seus movimentos e a circulação sanguínea. Por isso, prefira modelos com forma mais larga, permitindo que o pé se acomode livremente e nenhum dedo fique dobrado ou sobrepondo-se aos demais.

Veja se o sapato pode ser regulado

Conforme as horas do dia vão passando, é natural que se manifeste a retenção de líquidos e o nosso corpo se mostre um pouco mais inchado, especialmente nos pés e nas mãos. Essa é uma característica ainda mais expressiva para alguns grupos de pessoas como hipertensos e diabéticos, além das gestantes.

É interessante optar por sapatos ortopédicos que permitam regular a sua largura, como aqueles com cadarços e fivelas. Desse modo, é possível adaptar o seu tamanho de acordo com o estado dos pés, alcançando maior conforto e evitando problemas de circulação.

Percebeu como escolher sapatos é importante para cuidar da saúde dos seus pés? E agora que você já tem essas informações, não compre qualquer um. Coloque essas dicas em prática quando for escolher os seus modelos, ortopédicos ou não, assim você conseguirá manter o seu estilo, mas pensando primeiro no conforto e prevenção de problemas.

Precisando de um sapato novo? Então acesse o nosso site e confira os diferentes modelos que temos à sua disposição!

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140