Exames periódicos: entenda como eles contribuem para uma melhor qualidade de vida - Blog Meu Pé de Conforto

Exames periódicos: entenda como eles contribuem para uma melhor qualidade de vida

Postado em 14/04/2020

Se você quer ter melhor qualidade de vida, não adianta praticar hábitos saudáveis diários, como alimentação equilibrada e exercícios físicos, e negligenciar a importância do exame médico periódico.

Por isso, mesmo com a rotina corrida, é necessário reservar um tempo para ter esse tipo de cuidado com a sua saúde. Afinal, em muitos casos, fazer a prevenção é bem mais fácil que tentar reverter um problema, não é mesmo?

Pensando nisso, elencamos, a seguir, 6 exames periódicos mais comuns, mostrando o que eles podem detectar e como são feitos. Acompanhe a leitura!

Exame de sangue

Quando falamos do exame de sangue, entra em pauta o hemograma, que faz a avaliação da qualidade e quantidade das hemácias, que são células responsáveis pelo transporte de oxigênio e demais nutrientes por todo o corpo. O exame também avalia as plaquetas, que realizam a modulação da coagulação, e os leucócitos, atuantes do sistema imunológico.

Esse exame ajuda a identificar doenças que desregulam a composição sanguínea, como anemia, leucemia, infecções e alergias. Para realizá-lo, um elástico (garrote) é preso ao redor do braço do paciente, com o objetivo de facilitar a visualização da veia.

Em seguida, a pele é esterilizada e o sangue é colhido com uma agulha. Em seguida, ocorre a análise do material, sob critérios como tamanho, quantidade e formato das células. O hemograma costuma ser solicitado anualmente, mas a frequência pode variar de acordo com o estado de saúde do paciente.

Exame de urina

Outro exame médico periódico fundamental é o de urina, que é um líquido composto por ureia, potássio, sódio, ácido úrico e demais substâncias diluídas em água. A coleta e verificação da urina é solicitada como modo de diagnóstico complementar.

Isso porque, por meio dela, é possível identificar a presença de doenças como as que afetam os rins e as vias urinárias. Além disso, se o exame detectar sangue e proteínas, pode ser que haja um problema que ainda não tenha causado sintomas claros. Por exemplo, caso o nível de glicose na urina esteja alto, isso pode indicar a diabetes.

Para a realização da coleta, é importante despejar o conteúdo em um recipiente limpo e seco. Além disso, é necessário definir se o exame é do tipo 1 ou urocultura. No do tipo 1, a primeira urina da manhã é colhida, desprezando-se o primeiro jato, para analisar a glicose, presença de sangue, pH e proteínas.

Já a urocultura serve para identificar se existem bactérias, pois isso pode indicar a infecção urinária. Ela ainda permite descobrir qual é a bactéria que está causando o problema.

Exame de fezes

Voltado para a detecção de problemas no sistema digestivo, o exame de fezes permite o diagnóstico de verminoses, infecções, doenças no intestino grosso e reto e no estômago. Isso é possível por meio da avaliação da presença de substâncias, parasitas estranhos ou sinais de doenças nas fezes.

Para realizar o exame, o paciente precisa evacuar em um local limpo e seco, depois colher um pouco do material e colocá-lo no pote. Em alguns casos, é necessário fazer a coleta mais de uma vez ao dia. De qualquer forma, lembre-se de que não é indicado utilizar laxantes para estimular a evacuação.

Powered by Rock Convert

É importante destacar, ainda, que existem diferentes tipos de exames de fezes, sendo os mais comuns aqueles focados na verificação da presença de sangue, protozoários, bactérias e gorduras. O de sangue pode indicar problemas como fissura anal ou câncer colorretal, enquanto o de gordura pode ser indício de doenças no estômago ou no intestino.

Exame de colesterol

Também conhecido como lipidograma, o exame de colesterol total mostra os níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue. Por meio dele, é possível descobrir se as artérias estão obstruídas devido às placas de gorduras ou se há riscos disso acontecer.

Para a realização do exame, é necessário fazer um jejum de três a doze horas, dependendo da idade do paciente. A coleta funciona da mesma forma que o hemograma, ou seja, é colocado um elástico ao redor do braço, feita a limpeza da região e, em seguida, é inserida a agulha para coletar o sangue.

Como o colesterol alto não apresenta sintomas, esse exame se revela fundamental. Afinal, ele consegue fazer com que o paciente possa se prevenir de problemas como infarto e AVC.

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma é voltado para a prevenção de doenças cardiovasculares. Nesse exame, o paciente deita de barriga para cima em uma maca e o profissional coloca eletrodos em seus braços, pernas e tórax, lembrando que a pele precisa estar bem limpa e desengordurada.

Com isso, o aparelho consegue captar os estímulos elétricos do coração. Então, basicamente, o eletrocardiograma realiza a avaliação elétrica da atividade cardíaca no estado de repouso do paciente.

Por meio dele, é possível descobrir se existem bloqueios na condução do coração, arritmias (batimentos fora do ritmo normal), infarto no miocárdio e aumento das cavidades cardíacas.

Mamografia

Por último, temos a mamografia, que é um exame radiológico feito com baixa dosagem de radiação. O objetivo dele é analisar o interior das glândulas mamárias e das axilas para a prevenção de doenças como o câncer de mama.

Para a realização do exame, as mamas são colocadas sob o equipamento, que realiza a compressão para espalhar os tecidos mamários e, assim, permitir a visualização do interior das glândulas. Ainda assim, a mamografia não dói.

A frequência da realização do exame deve variar de acordo com a idade. É indicado que as mulheres a partir dos 40 anos façam o exame anualmente, mas, caso tenham histórico na família, o ideal é que comecem a realizá-lo aos 35 anos.

De qualquer forma, é importante lembrar que a periodicidade de cada um desses exames varia conforme o histórico e condição de saúde de cada paciente. Por isso, é necessário conversar com um médico de confiança para que ele possa estipular a frequência ideal para o seu caso.

Como você pôde perceber, o exame médico periódico é fundamental para a prevenção de doenças que podem comprometer diretamente a qualidade de vida. Dessa forma, mesmo com a rotina profissional agitada, não negligencie a sua saúde e reserve um tempo para cuidar dela adequadamente.

Então, ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Conte para nós na caixa de comentários!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140