Conheça os 3 principais tipos de lombalgia, suas causas e tratamentos - Meu Pé de Conforto

Conheça os 3 principais tipos de lombalgia, suas causas e tratamentos

Postado em 26/10/2021

A dor nas costas é um problema bastante comum entre a população, acometendo desde pessoas jovens e idosas. Porém, o que nem todo mundo sabe é que existem vários tipos de lombalgia e nem todo incômodo na região pode ser considerado lombalgia. Por isso, é preciso entender de onde vem essa dor e encontrar o tratamento correto para aliviar os sintomas e desconfortos.

É preciso ficar informado sobre o assunto para poder conhecer e prevenir que esse tipo de transtorno ocasione incômodos que comprometam suas atividades diárias. Para explicar melhor o tema e ajudar você a conhecer os 3 principais tipos de lombalgia, criamos esse conteúdo com informações fundamentais. Continue a leitura e entenda!

O que é lombalgia?

A lombalgia não é uma doença, mas sim um conjunto de vários sintomas que se manifestam na região da coluna lombar. Apesar de ser parecida com a dor nas costas e muitas vezes chamada assim popularmente, existem diferenças na maneira de ser tratada. No caso da lombalgia, a dor se concentra principalmente na coluna lombar, ou seja, região mais baixa da coluna, podendo se estender para os glúteos, coxas e pernas, distribuída pelo nervo ciático.

Existem vários fatores ligados a esse problema como má postura, inflamação ou infecções, fraturas e lesões, hérnia de disco, artrose, excesso de peso e sedentarismo. Além disso, é possível que os pacientes possam sofrem dos tipos de lombalgia por conta de problemas emocionais, alto nível de estresse e ansiedade.

Quais os principais tipos de lombalgia?

Por apresentar causas tão variadas esse incômodo se apresenta de diversas formas em cada uma das pessoas. Assim, existem vários tipos de lombalgia que se diferenciam pela duração e origem da dor.

1. Aguda

Esse tipo de lombalgia é pouco frequente na vida do paciente, com duração de até 6 semanas. Aqui, ocorrem vários episódios de dor durante tarefas diárias e momentos do cotidiano. Por isso, ela não está diretamente relacionada com nenhuma doença e apresenta alívio dos sintomas rapidamente, não trazendo consequências mais sérias.

2. Subaguda

Já a lombalgia do tipo subaguda dura entre 6 a 12 semanas e também não tem ligação direta com patologias, apesar de problemas nas articulações e coluna podem causar esse transtorno. Apesar de a duração ser um pouco maior, os cuidados também são os mesmos, com repouso para alívio das dores e melhora na postura durante o dia. 

3. Crônica

No tipo crônico a dor na lombar tem duração de 3 meses ou mais, um incômodo constante na vida do paciente. Em muitos os casos, problemas patológicos são os causadores da dor, como a hérnia de disco ou a artrite. Sendo assim, o tipo crônico tem, majoritariamente, uma origem específica e precisa de um tratamento adequado para alívio dos sintomas.

Apesar de existirem 3 tipos de lombalgia, é fundamental que o paciente busque atendimento profissional para ser avaliado por um médico ortopedista ou fisioterapeuta. Apenas esses especialistas podem dar o diagnóstico correto e realizar o tratamento adequado para a lombalgia, devolvendo a qualidade de vida e bem-estar que a pessoa procura.

E aí, conseguiu entender melhor sobre o problema e seus principais tipos? Acreditamos que sim! Então, para ficar por dentro de outras dicas de saúde e receber nossos conteúdos exclusivos, assine nossa newsletter agora mesmo.

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140