Você sabe o que é Onicólise e quais os seus principais sintomas? - Blog Meu Pé de Conforto

Você sabe o que é Onicólise e quais os seus principais sintomas?

Postado em 17/10/2019

Quando a unha (placa ungueal) está devidamente presa ao leito ungueal (ponta do dedo) ela mantém uma tonalidade rosada. Mas existem algumas condições que podem fazer com que ela se solte e mude de cor, o que é denominado Onicólise.

Essa doença ocorre tanto nas mãos quanto nos pés. A unha afetada se solta lentamente até desprender totalmente. Além de afetar a aparência das unhas, a Onicólise requer atenção porque se não for tratada traz complicações.

Diversos fatores podem desencadear a Onicólise e, muitas vezes, aquilo que fazemos no dia a dia afeta a saúde da unha. Por isso, preparamos este artigo para explicar o que ela é, quais são suas causas, sintomas e o que acontece se não for tratada. Confira!

O que causa Onicólise?

A Onicólise tem duas causas, sendo classificada como primária ou secundária. No primeiro caso, ocorre o desprendimento da queratina que mantém a unha fixa no leito ungueal; no segundo, o descolamento acontece em função de outras doenças como:

  • psoríase;
  • micoses;
  • deformações do leito ungueal;
  • dermatite de contato;
  • infecções bacterianas.

Ela pode ser causada por reações a medicamentos utilizados em tratamentos sistêmicos, como antibióticos e quimioterápicos, bem como a substâncias químicas, como os removedores de esmalte, unhas artificiais e produtos de limpeza.

Outras causas possíveis da Onicólise são o excesso de atividade da glândula tireoide e a deficiência de nutrientes, como ferro. Além disso, se a unha sofrer traumas, seja por pancada ou ao usar sapatos apertados, é possível ocorrer o descolamento.

Quais são os principais sintomas desse problema?

O sintoma mais característico da Onicólise é o desprendimento da placa ungueal. Ele acontece tanto da ponta da unha em direção à cutícula (Onicólise distal), como partindo da cutícula até a ponta da unha (Onicólise proximal).

Esse despendimento leva a uma alteração de tonalidade, é essa coloração que ajuda a identificar qual é a causa da doença: a unha pode ficar esbranquiçada, amarelada, esverdeada, acinzentada ou arroxeada.

Powered by Rock Convert

Existem casos em que não há desconfortos, principalmente quando existe somente ar entre a unha e o leito ungueal. Entretanto, pode haver dor quando há presença de microrganismos causando uma infecção.

Como é feito o tratamento da Onicólise?

O tratamento da Onicólise varia conforme sua causa. Podem ser administrados antifúngicos e antibióticos, mas se o problema for a falta de nutrientes, é necessário repor as vitaminas e os minerais em falta com suplementos.

Nos casos de psoríase ou problemas na tireoide, o ideal é controlar essas condições. E se o problema for causado por lesões na unha, é importante rever hábitos e comportamentos, realizando mudanças e adequações para evitar novas agressões.

Além disso, é essencial manter a higiene local, principalmente no espaço entre a unha e o dedo. Ali podem se acumular impurezas que favorecem infecções. Nesse sentido, uma boa alternativa é cortar a parte da placa que desprendeu.

É válido lembrar que a unha que descolou não voltará a fixar no leito ungueal. É preciso esperar que uma nova placa se forme, e isso pode levar semanas ou meses, dependendo da extensão do descolamento e se afetou a unha do pé ou da mão.

O que acontece se a Onicólise não for tratada?

A Onicólise precisa de tratamento porque, na maioria das vezes, a tendência é o problema continuar se estendendo, tanto em função da atuação dos microrganismos, como por causa das condições orgânicas da pessoa.

Ela pode se tornar infecciosa justamente em função do acúmulo de detritos entre a unha e o dedo. Isso contribui para a formação de abscessos no leito ungueal, liberando pus e causando dores, bem como outros desconfortos. É necessário atenção, pois a Onicólise pode se estender até a unha desprender totalmente e ser perdida.

Mas fique tranquilo, você pode prevenir a Onicólise de forma bem simples, mantendo as unhas higienizadas e usando sapatos confortáveis que deixem o pé respirar. Mantenha o equilíbrio orgânico e evite agressões às unhas. Somado a isso, contar com um profissional é interessante para entender mais detalhes desse problema e conhecer outras medidas preventivas para manter suas unhas sempre saudáveis!

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais para deixar os seus amigos bem informados também!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140