Como lidar com pés cansados? - Blog Meu Pé de Conforto

Como lidar com pés cansados?

Postado em 15/01/2018

Depois de um longo dia de trabalho, tudo o que desejamos é tirar os sapatos e relaxar, não é mesmo? Quem tem a rotina de ficar muito tempo sentado ou, até mesmo, em pé sabe que os pés são os que mais sofrem no dia a dia, afinal, são responsáveis por suportarem o peso do nosso corpo.

Além de ser algo desconfortável, lidar com pés cansados gera diversas complicações, como dores, inchaços e incômodos que podem afetar o dia a dia de qualquer pessoa.

No entanto, existem algumas dicas práticas que ajudam a aliviar os sintomas de pés cansados. Veja quais são e recupere sua qualidade de vida!

Massageie os pés diariamente

Uma das dicas mais práticas e que garante ótimos resultados é a massagem relaxante. Ela pode ser feita por você mesmo antes de dormir ou sempre que achar necessário.

Após tomar banho, aplique, nas pernas e nos pés, um creme que tenha componentes relaxantes, como menta e camomila.

Sente-se em um lugar confortável e comece massageando a panturrilha. Faça movimentos circulares suaves com um pouco de pressão nas partes que mais doem.

Depois, massageie toda a extensão do pé, desde as pontas dos dedos até a parte mais alta das pernas. Esse procedimento alivia dores e tensões, além de proporcionar uma sensação de bem-estar inigualável.

Você pode fazer esse processo pelo tempo que achar necessário, inclusive durante o expediente. Se possível, tire os sapatos no trabalho e aperte os pés e as pernas por alguns minutos, evitando dores intensas no final do dia.

Relaxe com um banho de pés

O escalda-pés é excelente para lidar com pés cansados e doloridos, pois o banho é preparado com óleos essenciais e sal grosso — componentes que têm propriedades relaxantes e ajudam a melhorar a circulação.

O banho de pés também revitaliza a energia do corpo e, claro, promove uma sensação de relaxamento incrível.

Para fazer o escalda-pés, você vai precisar de uma bacia de tamanho médio com água quente (40° C) até a metade. Despeje duas colheres de sal grosso e algumas gotas do seu óleo essencial favorito.

Também é possível adicionar bolinhas de gude, que tendem a deixar o escalda-pés ainda mais relaxante, ao mesmo tempo em que melhoram a circulação sanguínea.

O ideal é deixar os pés submersos na composição por 15 minutos. Depois, seque-os bem e aplique um hidratante. A dica principal é que esse processo seja feito todos os dias, proporcionando aos pés um momento único de relaxamento.

Aposte nas soluções caseiras

Além da massagem e do escalda-pés, outra dica que ajuda bastante a aliviar as dores e a sensação de cansaço nessa parte do corpo são as soluções caseiras.

Coloque para ferver um pouco de arroz com duas xícaras de água e deixe cozinhar até que metade da água evapore.

Depois, coe e despeje a água em uma bacia, adicionando três colheres de fermento em pó. Quando a água estiver morna, mergulhe os pés até que ela esfrie.

Powered by Rock Convert

O arroz apresenta diversos benefícios à saúde. Graças aos efeitos do Inositol, nutriente que ajuda na produção das células, a água de arroz auxilia na circulação do sangue, melhorando o inchaço e as dores nos pés e nos joelhos.

Eleve as pernas antes de dormir

A má circulação sanguínea é uma das causas para os pés cansados. Por isso, antes de dormir, você pode elevar as pernas por cerca de 20 minutos. Essa ação restaura a circulação e diminui o inchaço da região.

Se você trabalha muito tempo sentado, a dica é colocar um banquinho com 6 a 10 cm acima do solo debaixo da mesa e repousar os pés nele.

Evite usar calçados desconfortáveis

O maior responsável pelos pés cansados é o calçado inadequado. Considerando que você vai passar boa parte do dia em pé ou sentado, usar o sapato ideal, que seja confortável e macio, é essencial para promover o bem-estar dos pés.

A seguir, saiba quais são os calçados menos indicados para usar diariamente.

Rasteirinhas e sandálias de tiras

Ao contrário do que muitos pensam, não é apenas o salto alto o vilão da história. Na realidade, as rasteirinhas e as sandálias de tiras, em geral, lideram a lista, pois elas deixam os pés soltos e não oferecem suporte ao calcanhar.

É importante frisar que seu uso não está proibido. Afinal, elas são as melhores opções para passear na orla da praia ou para uma ida rápida à padaria, por exemplo.

O problema é o uso prolongado, já que esses calçados aumentam o risco de dores na sola dos pés e na lombar e de tendinite plantar.

Salto agulha

Os calçados femininos, principalmente com salto agulha, são totalmente prejudiciais aos pés.

O uso diário desses modelos encurta o tendão de Aquiles, causando dores não somente nos pés, mas também nas pernas, nos quadris e, até mesmo, na coluna.

O ideal é não usar o salto fino diariamente. Se isso for impossível, a dica é apostar na palmilha de gel.

O item absorve o impacto sobre o calcanhar, o que proporciona maior conforto para as áreas mais sensíveis dos pés. Além disso, ela também reduz e até elimina possíveis dores causadas por conta do uso constante do salto alto.

Sapatilhas

Outro calçado que prejudica a saúde dos pés é a sapatilha. O modelo não tem apoio e também deixa os pés soltos. Por conta disso, ela aumenta o risco de dores e inflamações crônicas na sola dos pés.

Portanto, o mais indicado é optar por modelos que tenham a sola grossa e um pequeno salto, que aliviam a pressão no calcanhar e na coluna.

Também é possível fazer uso do protetor de bolhas, que evita que o pé escape do calçado, proporcionando ajuste e calce perfeitos e prevenindo machucados no calcanhar.

Para lidar com os pés cansados, além das dicas citadas, o uso de calçados ortopédicos masculinos e femininos é essencial. Eles são confeccionados pensando na saúde dos pés e evitam dores e desconfortos em qualquer momento do dia.

Gostou das dicas? Então aproveite a visita em nosso blog e veja também quem precisa de um calçado ortopédico. Boa leitura!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140