QUAL O MELHOR TIPO DE SAPATO PARA TRABALHAR? - Blog Meu Pé de Conforto

QUAL O MELHOR TIPO DE SAPATO PARA TRABALHAR?

Postado em 21/03/2017

Quem já trabalhou em uma empresa onde usar uniforme não é exigência, sabe que existe uma tarefa diária que não é nada fácil: escolher o que vestir e calçar. Com tantas opções, encontrar o melhor tipo de sapato para trabalhar e a roupa mais adequada pode ser um desafio maior ainda sem as dicas corretas.

 

Embora existam algumas regras básicas, como combinar as roupas de acordo com a cultura da empresa, profissão e tipo de trabalho, quando o assunto é escolher um bom companheiro para os nossos pés, não nos atentamos tanto quanto o necessário.

 

Mas você sabia que um calçado errado pode gerar dor e desconforto? São muitos os prejuízos à saúde dos pés que podem ser desencadeados por um sapato menor ou mais apertado que o necessário. E o pior é que esses malefícios causam reflexos por todo o nosso corpo!

 

Por isso, é essencial pensar em sua saúde e bem-estar ao escolher o melhor sapato para trabalhar ou se exercitar. Não compre um produto somente pela beleza: coloque o seu conforto em primeiro lugar. Confira as principais consequências de trabalhar com um sapato inadequado e saiba como escolher a melhor opção para os seus pés!

 

 

Cinco problemas causados por trabalhar com o sapato errado

 

Não importa se você trabalha sentado, em pé, ou se caminha a todo momento de um lado para o outro: é melhor dar mais atenção e cuidado aos seus pés!

 

Trabalhar com um bom companheiro nos pés é a regra de ouro para evitar os cinco principais problemas de saúde dos pés. Confira quais são e comece a pensar de maneira efetiva sobre o assunto:

 

 

1. Dores na região

 

O primeiro sinal de que o calçado está errado é o surgimento das dores. Isso acontece porque o modelo errado pressiona os ossos dos pés e elimina todo o conforto necessário para comportá-los.

 

 

2. Bolhas e calos

 

Embora existam pessoas que ignorem esses sintomas, esse é um aviso muito importante sobre a necessidade de comprar um novo calçado. Não adianta cobrir o local com curativos e continuar usando o calçado. Agindo assim, o incômodo vai aumentar, e a estética dos seus pés ficará ainda mais comprometida.

 

 

3. Unhas encravadas

 

Você sabia que o sapato inadequado favorece a incidência das terríveis (e dolorosas) unhas encravadas? Para evitar esse problema, é fundamental verificar se há espaço entre os dedos sempre que for comprar um calçado. Uma dica valiosa é optar por um número maior.

 

 

4. Joanetes

 

Já imaginou ter que fazer uma cirurgia para remover essa deformidade? Se prefere não encarar o bloco cirúrgico, não use sapatos inadequados! Caso contrário, os ossos dos pés podem ficar deformados e, além da necessidade de cirurgia, você sentirá muita dor com as joanetes.

 

 

5. Artrite e problemas na coluna e joelhos

 

Que um calçado errado exerce uma pressão também inadequada, não é segredo para ninguém — o problema é que esse fator pode aumentar o risco de artrites nas articulações de seus pés.

 

Do mesmo modo, quando um calçado comprime e causa dor nos pés, a tendência de qualquer pessoa é alterar a postura para equilibrar o peso. Mas essa reação é a chave para o surgimento de problemas na coluna, nos joelhos e em outras partes do corpo.

 

 

Como escolher o calçado correto para trabalhar

 

Agora que você já sabe como o calçado errado pode refletir em problemas por todo o corpo, precisa aprender como realizar uma boa compra, certo?

 

Selecionamos sete dicas infalíveis para deixar o calçado inadequado de lado e não errar na hora de decidir o modelo ideal para você. Anote as nossas dicas e não sofra mais:

 

 

1. Prefira o conforto

 

O sapato ideal é aquele que permite que a pessoa caminhe, dance, se exercite, pule, ande, corra e pratique todas as duas atividades diárias sem sentir dor. Mas existe uma regra básica para facilitar a vida dos trabalhadores de acordo com a função exercida, confira.

 

•   Quem trabalha muito tempo em pé: prefira os modelos de calçados mais fechados, pois garantem mais proteção aos seus pés, como os tênis e calçados de salto baixo;

 

•   Quem trabalha muito tempo sentado: desde que você se levante e caminhe por alguns instantes durante o dia, pode usar qualquer sapato, até mesmo aqueles com um salto um pouco maior.

 

Uma dica indispensável é testar o calçado com uma meia apropriada e andar pela extensão da loja. Somente assim será possível avaliar sua capacidade de conforto e bem-estar.

 

 

2. Saiba diferenciar os sapatos de suas atividades

 

É claro que um sapato para trabalhar é diferente do sapato de passeio, concorda? Sendo assim, lembre-se de que nem sempre o mais caro é o melhor, e nem mesmo que passar horas de desconforto vale a pena por um sapato elegante e nada agradável!

 

 

3. Opte por um bom amortecimento

 

Engana-se quem pensa que essa característica é banal na escolha do sapato! Optar por um modelo com amortecimento evita os problemas de saúde citados acima (principalmente os relacionados à coluna) e facilita a adaptação dos seus pés ao calçado.

 

Um segredo das pessoas que sabem escolher os melhores companheiros para os seus pés é procurar calçados que possuam palmilhas confortáveis também.

 

 

4. Não abuse do sapato

 

Quem nunca ouviu dizer que tudo o que é demais cansa? Quando o assunto é escolher bons amigos para os seus pés, permanecer com o mesmo sapato por muitas horas seguidas pode ser um erro crucial.

 

O ideal é ter modelos para revezar durante os dias de trabalho, mas uma boa dica para quem prefere não revezar é usar o calçado apenas durante o horário de serviço, e não em outras atividades.

 

 

5. Escolha um modelo que atenda a suas necessidades

 

O modelo ideal depende do segmento e dress code do seu local de trabalho. É um ambiente mais liberal e alternativo? Ou é um local que recebe visitas de outros empresários e clientes?

 

Observe o seu ambiente de trabalho e identifique o melhor modelo para a sua área. Uma boa dica para quem não quer errar é optar pelos tradicionais sapatênis — opção mais despojada e que alia conforto e beleza.

 

Os tênis flat (com menos volume, mais delicados) também podem ser usados em ambientes casuais. As botas de trabalho são confortáveis e devem ser usadas por profissionais como policiais, trabalhadores da área de construção e industrial, e onde for necessário maior segurança de trabalho.

 

Um sapato para trabalhar ideal é aquele que alia estilo, qualidade, conforto, durabilidade e não traz problemas para a sua saúde.

 

6. Não esqueça que os seus pés aumentam — e não acredite que o sapato vá alargar

 

Quando for comprar calçados, lembre-se sempre de que com a idade e até mesmo com o passar das horas, os seus pés ficam maiores e mais inchados. Para evitar os principais problemas ao fim do dia, prefira os modelos que permitem um livre movimento dos seus dedos.

 

Outro mito que existe na hora das compras é acreditar que os sapatos alargam com o uso. Quem nunca escutou isso de uma vendedora? Não acredite. Compre modelos que garantam um espaço entre o dedo maior e a ponta do produto.

 

Viu só como é fácil acertar na escolha do melhor tipo de sapato para trabalhar? Todo cuidado é válido no momento de escolher o melhor para dar suporte ao nosso corpo, não é mesmo? Curta nossa página no Facebook e não prejudique mais o seu trabalho por usar o sapato errado!

Powered by Rock Convert

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140