COMO A QUALIDADE DE UM CALÇADO INTERFERE NA SUA SAÚDE - Blog Meu Pé de Conforto

COMO A QUALIDADE DE UM CALÇADO INTERFERE NA SUA SAÚDE

Postado em 03/11/2016

À primeira vista, comprar um calçado parece fácil. Mas você leva em consideração a qualidade do calçado ou simplesmente compra porque o achou bonito? Pode parecer brincadeira, mas escolher um sapato inapropriado para passar o dia pode resultar em diversos problemas diários e futuros!

 

Calçados apertados ou inadequados para o seu tipo de pé provocam dores, desconforto e com o passar do tempo, calos e joanetes. Descubra agora como a qualidade do calçado interfere na sua saúde:

 

 

Problemas com calçado inadequado

 

O formato do pé, combinado ao tipo de calçado e ao local que ele será utilizado, podem acarretar diversos males. Diabéticos do tipo II que utilizam sapatos que machucam, por exemplo, podem ter perda da sensibilidade dos pés — isto é, podem se machucar e não sentir —, atingindo altos níveis de infecção.

Conheça agora os principais problemas causados pelo uso de calçados inadequados:

 

 

1. Joanetes

 

Geradas através de uso prolongado de salto alto e sapatos de bico fino, os joanetes surgem quando a lateral do pé assume o lugar de apoio do dedão. Isso acontece quando o pé está comprimido dentro do calçado e o dedão não consegue realizar a sua função corretamente.

Nesse caso, o salto desloca o peso do pé para frente, enquanto o bico estreito faz o papel da estrutura. Com a pressão dos calçados surge, na ponta do osso, um líquido que vai se tornando dolorido e inflamado. É importante frisar que genética e doenças autoimune (artroses e lúpus) também ocasionam joanetes.

 

2. Calos

 

Resultado do atrito intenso do pé no calçado, os calos são formados através da reação da queratina para proteger os pés da região que está sendo constantemente machucada.

Calçados inadequados e deformidades podem causar o calo que, com o passar do tempo, gerará muita dor e desconforto. Os calos ocorrem quando o líquido precisa ser expelido, mas houve um engrossamento da pele.

Essa situação gera um processo inflamatório que pode evoluir para uma grande infecção, atingindo o osso em alguns casos.

 

3. Dores nas costas

 

Não é novidade que salto muito alto faz mal, mas você sabia que os sapatos baixos também podem provocar dores na região lombar? Sapatilhas e sandálias sem um saltinho não amortecem o impacto durante a caminhada, fazendo com que a pessoa tenha desgastes nas cartilagens do tornozelo, joelho, quadril e coluna.

Como você viu, esses são apenas alguns dos problemas mais comuns gerados pelo uso de um sapato de má qualidade. Muitas pessoas podem sofrer dores mais graves, como fratura de estresse (quando há muita dor embaixo do 2º e 3º dedo), dores na planta do pés, fascite plantar (conhecido popularmente como esporão) e inflamações entre o calcanhar e o tendão de Aquiles.

 

 

O material também é importante para a qualidade do calçado

Na hora de comprar um sapato, avalie a qualidade da peça, incluindo material, acabamento e sola. Opte por couro sintético ou tecidos tratados. No acabamento, verifique se a costura não está torta; quanto ao solado, dê preferência para os emborrachados, com relevo e textura para não escorregar.

Lembre-se de que os calçados precisam ser confortáveis. Experimente sempre mais de um par e não compre se estiver incomodando em alguma parte. Saltos deixam a mulher elegante, mas podem ser grandes vilões. Uma boa dica é optar por sapatos tipo Anabela, que promovem estabilidade e evitam o cansaço.

 

 

A qualidade do calçado é primordial para que possamos trabalhar sem dor ou curtir uma festa sem machucados. Quer saber mais sobre o assunto? Descubra também porque é importante escolher bem os tipos de sapato!

J.B.F INDÚSTRIA DE CALÇADOS EIRELI - CNPJ: 26.847.557/0001-56 - Rua Coronel Tamarindo, 2817 | Franca-SP | CEP: 14.405-140