Bolhas nos pés: conheça as causas e saiba como tratar!

Postado por Mestiça 22/12/2016 0 Comentários Saúde,

 

A bolha nos pés, geralmente, surge pelo atrito repetitivo da pele com a meia ou com o sapato — sobretudo os mais novos e apertados. 

Essa fricção faz com que a primeira camada da pele (a epiderme) se desprenda da segunda (a derme), criando um bolsão de líquido incolor entre elas. 

Micoses provocadas por fungos, queimaduras de calor ou de frio, excesso de umidade por conta do suor ou pela chuva e algumas doenças específicas, como a disidrose e lúpus sistêmico, por exemplo, também podem ocasionar o surgimento de bolhas nos pés. 

A seguir vamos listar algumas dicas para você evitar este incômodo e amenizá-lo, além de mostrar os melhores tratamentos.

Confira: 

 

 

Evite usar sapatos inadequados 

 

Sapatos apertados ou de tamanho inadequado são os principais causadores das bolhas nos pés e de lesões — ainda mais se você trabalhar muito tempo em pé ou precisar andar bastante ao longo do dia. 

Invista em calçados confortáveis e de qualidade, com a sua numeração exata — nem muito justo e nem largo demais —, apenas com folgas entre os calcanhares e as pontas dos dedos. 

 

 

Escolha as meias certas 

 

Escolher meias adequadas é igualmente importante para evitar o surgimento de bolhas. Opte pelas feitas de material sintético, de lã ou de polipropileno.

Elas são mais grossas e, assim, evitam o atrito, são mais confortáveis, duráveis e também ajudam a eliminar a umidade dos pés. 

Evite utilizar meias furadas e sem calcanhar, pois elas aumentam o atrito dos pés com os calçados — assim como as meias de algodão, mais abrasivas e retentoras de umidade.  

 

 

Elimine os pontos de atrito 

 

Além dos sapatos e das meias, alguns cuidados com os pés são essenciais para evitar bolhas: eliminar os pontos de atrito é um deles.

Para isso, coloque esparadrapos, proteções de silicone ou bandagens nos locais mais propensos ao surgimento de bolhas, como os calcanhares e o mindinho. 

Para manter os pés sempre secos, utilize talco, amido de milho ou maisena. Você pode também aplicar lubrificantes, pomada ou vaselina nos pés para minimizar a raspagem. Só tome cuidado com os exageros: eles podem provocar o efeito contrário. 

 

 

Cuide de seus pés

 

Sempre que chegar em casa, tire os sapatos e deixe os pés respirarem, de preferência para cima, apoiados em alguma almofada para relaxá-los e fazer o sangue circular melhor. Passar hidratante também é recomendado!

Além disso, lembre-se: quanto mais resistente a pele dos pés, menores as chances do surgirem bolhas. Passar álcool, massagear os pés com óleos e andar descalço podem te ajudar nessa tarefa. 

 

 

Aprenda a tratar as bolhas nos pés 

 

Antes de qualquer coisa: não fure ou estoure a bolha em hipótese alguma para não infeccionar o local!

Lave bem a área com água e sabão e faça um curativo com pomada, gaze e esparadrapo. Você pode, também, aplicar curativos especiais para a bolha não se transformar em ferida e manter a área longe de mais atrito. 

Em cerca de duas semanas a bolha seca e forma uma casquinha — que de maneira nenhuma pode ser puxada ou retirada também! 

Caso a bolha seja muito grande e dolorida, você pode estourá-la no banho ou com uma agulha esterilizada até que todo o líquido saia, mas não retire a pele.

Em casos mais graves — com pus, por exemplo —, procure um médico para indicar o tratamento mais adequado.

 

E aí, curtiu as nossas dicas? Agora que você já sabe como prevenir e tratar as bolhas nos pés, confira nossas dicas para escolher o calçado ideal para seu tipo de pisada

Tags: pés

Fazer um Comentário

Área restrita. Não siga este link ou você será banido deste domínio !